Minhas Compras
cesta vazia
TELEVENDAS: (41)3253-3035
| | | | |
18/7/2019 03:52:29 hs
busca: Veja como melhorar a Busca
border=0
 CATÁLOGO
border=0
 Revivendo
border=0
 Again
border=0
 BIOGRAFIAS
border=0
 Nacionais
border=0
 Internacionais
border=0
 ALMANAQUE
border=0
 Reportagens
border=0
 Registros
border=0
 Curiosidades
border=0
 A PRODUTORA
border=0
 História
border=0
 Leon Barg
border=0
 Acervo
border=0
 Localização
border=0
 LINKS
border=0
 Links de MPB
border=0
border=0
border=0
border=0
Biografias

CDs Relacionados

Tonico e Tinoco - Canoeiro Tonico e Tinoco - Canoeiro

Tonico e Tinoco - Canoeiro Tonico e Tinoco - Canoeiro
Tonico e Tinoco

A maior dupla caipira de todos os tempos deixou cerca de 1.400 músicas gravadas entre 78 rotações, compactos, elepês e cds, totalizando algo em torno de 50 milhões de discos vendidos. Sertanejos antigos e modernos tiraram o chapéu para eles. Tonico, o João Salvador, nasceu em 1917, e Tinoco, em 1920. Filhos dos Pérez, imigrantes espanhóis aportados por aqui no final do século XIX, foram criados de pés no chão, cantando e tocando viola pelas fazendas de café onde foram colonos, na região de Botucatu e São Manoel, no interior paulista. Desembarcaram em São Paulo em 1941 e quatro anos depois gravaram o primeiro disco. O sucesso foi instantâneo. No final da década, dezenas de duplas imitavam o estilo de Tonico e Tinoco, tentando um lugarzinho no elenco das gravadoras.  
A Dupla Coração do brasil, como foi chamada, engatou um sucesso no outro e só começou a sentir o gosto amargo da discriminação no mercado quando este já estava seduzido pela música americana, num país que galopava em direção à industrialização e se distanciava de sua cultura rural. Pressionados pelos novos tempos muitos sertanejos não resistiram ao som das guitarras e dos baixos elétricos. Mas Tonico e Tinoco continuaram agarrados nas suas modas a aos poucos, a partir da década de 60, tiveram de se voltar para os públicos interioranos e os das periferias das grandes cidades. Mesmo sem o sucesso de antes, não pararam de gravar - a não ser por dois anos, na década de 70. Por absoluta vocação para a sobrevivência artística, consentiram em modernizar discretamente o som de suas canas-verdes, toadas, modas de viola e cateretês para poderem chegar às produções dos anos 90. Tonico faleceu em 1994 e a partir de então, sem arrefecer, Tinoco passou a tocar a carreira com o filho Tinoquinho.  
O repertório desse disco registra alguns dos melhores momentos de Tonico e Tinoco: em gravações originais, como "Tristeza do Jeca", seu grande sucesso de 1947, e "Sertão do Laranjinha", folclore paulista adaptado pelo Capitão Furtado, de 1945; ou em regravações mais recentes de seus sucessos, como "Cana Verde", gostoso arrasta-pé registrado em 1958 e, aqui, na versão de 1977. Outras músicas do tipo "limpa banco"- que botava todo mundo pra dançar - são Moreninha Linda e "Na Beira da Tuia", esta também nome do programa de rádio que a dupla manteve no ar por quase 30 anos. Entre as modas de viola mais conhecidas de sua obra estão "Rei do Gado", de Teddy Vieira, e "Chico Mineiro", de Tonico e Francisco Ribeiro, a última grande sucesso da dupla em 1946, aqui na regravação de 1977. Os momentos de romantismo, bucolismo e tragédia, tão presentes no cancioneiro caipira, estão na valsa "Saudades de Matam", na toada "Piracicaba" e na toada histórica (com parte falada - e - cantada) "Cabocla Tereza", de outra dupla lendária de compositores, João Pacífico e Raul Torres.  
(Rosa Nepumoceno)  
* Biografia compilada do encarte da Enciclopédia Musical Brasileira distribuído pela Warner Music Brasil Ltda.  
 
O texto acima não representa a biografia completa do artista, mas sim, partes importantes de sua vida e carreira. 

 Lançamentos
border=0
 Promoções
border=0
 Novidades
border=0
 DVDs
border=0
 CDs/DVDs Religiosos novo
border=0
 Destaques
border=0
 Futuros Lançamentos
border=0
 Catálogo por Gravadoras
border=0
 Gênero Musical
border=0
 World Music
border=0
 Download do Catálogo
border=0
 Cadastre seu e-mail
border=0
border=0
border=0
Revivendo Musicas - 22 anos preservando a Musica Popular Brasileira
Raul seixas Mpb Nelson gonçalves carlos ramires Cascatinha Christian e ralph FEVERS Pixinguinha Gonzagão Grever Dalva de oliveira Lunar Teca Tonico e tinoco Caim Serestas Sertanejos Nilton cesar Orlando silva Orquestra
página inicial | fale conosco | ajuda | cadastro | política de privacidade e segurança

© Copyright 1987-2015 Revivendo Músicas Ltda. - Todos os Direitos Reservados
As logos Revivendo® e Again® são marcas registradas da Revivendo Músicas Ltda.
A manutenção, a distribuição e a comercialização dos produtos encontrados neste site
é feito por Barg Comércio de Discos e Acessórios Musicais Ltda.
Os preços dos produtos podem sofrer alteração sem aviso prévio.