Minhas Compras
cesta vazia
TELEVENDAS: (41)3253-3035
| | | | |
18/8/2022 17:06:41 hs
busca: Veja como melhorar a Busca
border=0
 CATLOGO
border=0
 Revivendo
border=0
 Again
border=0
 BIOGRAFIAS
border=0
 Nacionais
border=0
 Internacionais
border=0
 ALMANAQUE
border=0
 Reportagens
border=0
 Registros
border=0
 Curiosidades
border=0
 A PRODUTORA
border=0
 Histria
border=0
 Leon Barg
border=0
 Acervo
border=0
 Localizao
border=0
 LINKS
border=0
 Links de MPB
border=0
border=0
border=0
border=0
Biografias

CDs Relacionados

Bailao do Teixeirinha e Berenice Azambuja Bailao do Teixeirinha e Berenice Azambuja

Teixeirinha Vol. 2 - Raizes Dos Pampas Teixeirinha Vol. 2 - Raizes Dos Pampas
Teixeirinha

VITOR MATEUS TEIXEIRA, Teixeirinha, nasceu na cidade de Rolante, distrito de Mascaradas, Rio Grande do Sul, em 03 de maro de 1927. Filho de Saturno Teixeira e Ledurina Mateus Teixeira, teve um irmo e duas irms.  
 
 
Aos seis anos de idade perdeu o pai e aos nove anos a me. Ficando rfo foi morar com parentes, mas estes como no tinham condies de sustent-lo, saiu pelo mundo fazendo de tudo um pouco, como: trabalhou em granjas do interior e quando veio para Porto Alegre carregou malas em portas de penses, vendeu doces como ambulante, entregador de viandas, vendeu jornais, enfim fazia qualquer atividade para poder sobreviver.  
 
 
Com Dezessei anos se auto-registrou como Cidado Brasileiro. Aos dezoito anos se alistou no Exrcito, mas no chegou a servir, quando nesta ocasio foi trabalhar no DAER (Departamento de Estradas de Rodagem), como operador de mquinas durante seis anos. Dali saiu para tentar a carreira artstica cantando nas rdios das cidades do interior, tais como: Lajeado, Estrela, Rio Pardo, Santa Cruz do Sul, nesta ltima conheceu sua esposa Zoraida Lima Teixeira. Casaram-se em 1957 e foram morar em Soledade, em seguida mudaram-se para Passo Fundo, onde compraram um Tiro ao Alvo que era cuidado por ele e sua esposa e a noite Teixeirinha se apresentava na Rdio Municipal de Passo Fundo.  
 
 
Em 1959 foi convidado para gravar em So Paulo. Viajou na segunda classe de um trem. Gravou seu primeiro 78RPM, de um lado a msica Xote Soledade e do outro lado Briga no Batizado.  
Segundo depoimento de um dos membros da Gravadora Chantecler, Dr. Biaggio Baccarin, o sucesso assim aconteceu:  
A sigla PTJ, no 78 RPM, abrigava trs nomes: Palmeira, Teddy e Jairo, ento diretores da Chantecler e fundadores do selo sertanejo. Como se constata, Corao de Luto ocupou o lado B do quarto disco gravado por Teixeirinha, o qual foi lanado sem qualquer preocupao de sucesso, no entanto aconteceu espontaneamente aps seis meses de seu lanamento. As primeiras reaes vieram de Sorocaba/SP e em pouco tempo j era sucesso nas demais cidades da regio. Foi nessa ocasio que a gravadora Chantecler resolveu trazer o cantor para So Paulo a fim de trabalhar o disco, cujo trabalho teve incio com um show na cidade de Sorocaba/SP e, posteriormente, nas demais cidades do Estado de So Paulo, at o tringulo mineiro.  
 
 
O sucesso aconteceu em todo o Brasil, com venda superior a um milho de cpias no ano de 1961. Um acontecimento indito na histria da msica popular brasileira. Para se ter idia deste fato, o disco Corao de Luto chegou a ser vendido no cmbio negro em Belm do Par, havia fila para compr-lo. A gravadora no tinha condies de atender os pedidos e era obrigada a distribuir cotas para cada loja. O fato de Belm do Par foi registrado pelo saudoso Edgard Pina, ento agente da Chantecler naquela capital.  
Teixeirinha voltou a Passo Fundo, vendeu o Tiro ao Alvo e se mudou para Porto Alegre. Foi chamado novamente pela Chantecler, desta vez para morar na capital paulista e continuar a divulgao do sucesso de Corao de Luto, no entanto, recusou domiciliar-se em So Paulo, voltando para Porto Alegre.  
 
 
Com o que ganhou na excurso em So Paulo, comprou uma casa, no bairro da Glria em Porto Alegre, onde viveu toda sua vida e uma Kombi para viajar por todo o Brasil. Ento, definitivamente Teixeirinha assumiu a carreira artstica, passando a trabalhar em circos, parques, teatros, cinemas e demais casas de espetculos. Como o prprio cantor relatou em uma de suas ltimas entrevistas imprensa: ... onde o povo me pediu para estar, eu fui...(RBS/TV- julho/1985).  
 
 
Teixeirinha comeou a viajar para todo o Brasil como o Gacho Corao do Rio Grande. Em 1963, ganhou o trofu Chico Viola outorgado pela TV Record de So Paulo, no programa Astros do Disco, um programa de gala da televiso brasileira e tinha por objetivo premiar os melhores dos disco de cada ano e Teixeirinha ganhou por ter sido o cantor campeo de vendagem por dois anos consecutivos, 1962/1963.  
Internacionalmente ganhou o trofu Elefante de Ouro como maior vendagem de discos em Portugal.  
 
 
A msica Corao de Luto, at hoje, vendeu mais de vinte e cinco milhes de cpias, a nica no mundo mais vendida, superando cantores como Michael Jackson, Julio Iglesias, cantores contemporneos de grande vendagem de discos, mas no de uma nica msica, como o caso de Corao de Luto, que continua na cotao de uma das msicas mais vendidas.  
 
 
Em 1964, Teixeirinha escreveu a histria do filme Corao de Luto, que foi produzido pela Leopoldis Som, em 1966, outro recorde de bilheteria. Em 1969, encenou no filme Motorista sem Limites juntamente com Valter DAvila, produzido por Itacir Rossi.  
 
 
Em 1970 criou sua prpria produtora Teixeirinha Produes Artsticas Ltda, pela qual escreveu, produziu e distribuiu dez filmes, quais sejam: Ela Tornou-se Freira (1972); Teixeirinha 7 Provas(1973); Pobre Joo (1974); A Quadrilha do Perna Dura (1975); Carmem a Cigana (1976); O Gacho de Passo Fundo(1978) ; Meu Pobre Corao de Luto(1978); Na trilha da Justia (1978); Tropeiro Velho (1980); A Filha de Iemanj (1981).  
 
 
Durante vinte anos, apresentou programas de rdio diariamente com duas edies: Teixeirinha Amanhece Cantando (de manh) e Teixeirinha Comanda o Espetculo (a noite) e Teixeirinha Canta para o Brasil(domingos, pela manh) em diversas rdios da capital, com transmisso para o interior e outros estados brasileiros.  
 
 
Recebeu nove discos de ouro, foi cidado emrito de vrios municpios como: Passo Fundo, Santo Antnio da Patrulha, Rolante e etc.  
 
 
Em 1973 foi contratado para fazer quinze apresentaes nos Estados Unidos da Amrica. Em 1975 foi para o Canad, onde realizou dezoito espetculos. Fez shows na maioria dos pases da Amrica do Sul.  
 
 
Teve nove filhos: Sirley Marisa; Lria Luisa; Victor Filho; Margareth; Elizabeth; Ftima Lisete; Mrcia Bernadeth; Alexandre e Liane Ledurina.  
 
 
Durante vinte e dois anos Mary Terezinha lhe acompanhou com acordeon em shows, rdio e cinema.  
 
 
Gravou 49 Lps inditos, com mais de 70 Lps, incluindo regravaes, atualmente sendo todos reeditados em disco laser, gravando mais de 700 msicas de sua autoria, deixando um acervo superior a 1200 composies de sua lavra.  
 
 
Teixeirinha faleceu dia 04 de dezembro de 1985 e est sepultado no Cemitrio da Santa Casa, quadra n.4, tmulo n.4, na capital gacha.  
 
Biografia compilada do site oficial de Teixeirinha www.teixeirinha.com.br 
 

 Lanamentos
border=0
 Promoes
border=0
 Novidades
border=0
 DVDs
border=0
 CDs/DVDs Religiosos novo
border=0
 Destaques
border=0
 Futuros Lanamentos
border=0
 Catlogo por Gravadoras
border=0
 Gnero Musical
border=0
 World Music
border=0
 Download do Catlogo
border=0
 Cadastre seu e-mail
border=0
border=0
border=0
Revivendo Musicas - 35 anos preservando a Musica Popular Brasileira
Raul seixas Mpb Nelson gonalves carlos ramires Cascatinha Christian e ralph FEVERS Pixinguinha Gonzago Grever Dalva de oliveira Lunar Teca Tonico e tinoco Caim Serestas Sertanejos Nilton cesar Orlando silva Orquestra
página inicial | fale conosco | ajuda | cadastro | política de privacidade e segurança

© Copyright 1987-2022 Revivendo Músicas Ltda. - Todos os Direitos Reservados
As logos Revivendo® e Again® são marcas registradas da Revivendo Músicas Ltda.
A manutenção, a distribuição e a comercialização dos produtos encontrados neste site
é feito por Barg Comércio de Discos e Acessórios Musicais Ltda.
Os preços dos produtos podem sofrer alteração sem aviso prévio.