Minhas Compras
cesta vazia
TELEVENDAS: (41)3253-3035
| | | | |
23/10/2019 23:04:15 hs
busca: Veja como melhorar a Busca
border=0
 CATÁLOGO
border=0
 Revivendo
border=0
 Again
border=0
 BIOGRAFIAS
border=0
 Nacionais
border=0
 Internacionais
border=0
 ALMANAQUE
border=0
 Reportagens
border=0
 Registros
border=0
 Curiosidades
border=0
 A PRODUTORA
border=0
 História
border=0
 Leon Barg
border=0
 Acervo
border=0
 Localização
border=0
 LINKS
border=0
 Links de MPB
border=0
border=0
border=0
border=0
Francisco Alves Última Fase de Ataulfo Alves Ganha Reedição Assis Valente Revive Coletânea Festeja Centenário de Nascimento de Assis Valente, Autor de Brasil Pandeiro´ Por Mauro Ferreira Revivendo o Passado Luiz Gonzaga, o Eterno Rei do Baião Cem Anos de Braguinha Rendem Homenagens no Rio e em Sp Coletânea Traz Raridades de Carmen Para o Cd Raridades de Carmen Miranda, Braguinha: 100 Anos de Alegria Dicionário Gonzagueando, de a a Z Por Assis Angelo (livro)
Reportagens
Mais Reportagens
Última Fase de Ataulfo Alves Ganha Reedição
Assis Valente Revive
Coletânea Festeja Centenário de Nascimento de Assis Valente, Autor de Brasil Pandeiro´ Por Mauro Ferreira
Revivendo o Passado
Luiz Gonzaga, o Eterno Rei do Baião
Cem Anos de Braguinha Rendem Homenagens no Rio e em Sp
Coletânea Traz Raridades de Carmen Para o Cd
Raridades de Carmen Miranda,
Braguinha: 100 Anos de Alegria
Dicionário Gonzagueando, de a a Z Por Assis Angelo (livro)
...veja mais
Francisco Alves

Francisco Alves 
 
ARTUR DA TÁVOLA  
 
Amanhã, faz 50 anos que Francisco Alves morreu. Era o mais famoso cantor popular de seu tempo, época de grandes vozes – Orlando Silva, Silvio Caldas, Carlos Galhardo e já Nelson Gonçalves. Eu tinha 16 anos e era ouvinte intenso de rádio. Naquela tarde, não estudei e fui para a Cinelândia de onde saiu o enterro. Tomei um susto. Jamais havia presenciado tanta gente nas ruas, nem igual comoção popular: um mar de gente a chorar. Impressionante e inesquecível.  
 
Mal sabia que, quatro anos depois, maior comoção ainda haveria de presenciar e acompanhar, emocionado: o suicídio do presidente Getúlio Vargas!  
 
Há quatro anos, deu-se o centenário de Chico Alves. As lembranças foram muito poucas na mídia eletrônica e na imprensa. É a velha história do País sem memória. Desta vez, pelo menos, haverá amanhã, no Clube Ginástico, uma palestra ilustrada com canções, feita por Osmar Frazão, que há anos está a escrever uma biografia do Rei da Voz. É de graça a entrada e a palestra-show será ali pelas seis da tarde. Vale conferir.  
 
Francisco Alves é um fenômeno parecido ao de Carlos Gardel na Argentina. São da mesma época, ambos filhos de imigrantes muito pobres, e expressivos de um modo de ser e de cantar de seus respectivos povos. Ambos morreram cedo e de acidente. Só que Gardel ficou como uma legenda e Chico Alves hoje só vive na memória de quem conheceu o seu canto ou de quem entende de música popular brasileira dos anos 20, 30 e 40.  
 
Tenor dos melhores ao início de sua carreira no teatro musicado, voz cristalina e bela, Chico foi notável. Sua voz alterou-se um pouco nos anos 40, perdeu algo do cristal inicial, mas permaneceu boa, com longínquos acentos do canto operístico adaptados ao samba.  
 
Foi homem empolgado por paixões mundanas: turfe, jogos, cabarés, namoros, automóveis. Homem de amigos ou inimigos, criticado por comprar sambas e associar-se a parcerias das quais não participou – o que, para outros, foi a forma de ajudar desconhecidos compositores, como Ismael Silva, a quem ajudou nas suas pindaíbas comprando-lhes os sambas.  
 
Como cantor, são e serão imortais as suas interpretações dos anos 30 e 40, como Na Virada da Montanha, Serra da Boa Esperança, Despedida de Mangueira, Confete, Vidas Mal Traçadas, Aquarela do Brasil, Só Nos Dois no Salão, Dona da Minha Vontade, Favela, e tantas outras. Hoje, são honrosos troféus de nosso patrimônio musical popular.  
 
O mais é lembrar Chico Alves com emoção e dizer-lhes que, se querem saber mais sobre ele, procurem o excelente livro As Mil Canções do Rei da Voz, de Abel Cardoso Júnior, encontrado na Revivendo Discos (revivendo@sul.com.br ).  
 


 Lançamentos
border=0
 Promoções
border=0
 Novidades
border=0
 DVDs
border=0
 CDs/DVDs Religiosos novo
border=0
 Destaques
border=0
 Futuros Lançamentos
border=0
 Catálogo por Gravadoras
border=0
 Gênero Musical
border=0
 World Music
border=0
 Download do Catálogo
border=0
 Cadastre seu e-mail
border=0
border=0
border=0
Revivendo Musicas - 22 anos preservando a Musica Popular Brasileira
Raul seixas Mpb Nelson gonçalves carlos ramires Cascatinha Christian e ralph FEVERS Pixinguinha Gonzagão Grever Dalva de oliveira Lunar Teca Tonico e tinoco Caim Serestas Sertanejos Nilton cesar Orlando silva Orquestra
página inicial | fale conosco | ajuda | cadastro | política de privacidade e segurança

© Copyright 1987-2015 Revivendo Músicas Ltda. - Todos os Direitos Reservados
As logos Revivendo® e Again® são marcas registradas da Revivendo Músicas Ltda.
A manutenção, a distribuição e a comercialização dos produtos encontrados neste site
é feito por Barg Comércio de Discos e Acessórios Musicais Ltda.
Os preços dos produtos podem sofrer alteração sem aviso prévio.